WILBER E OS CONFLITOS MUNDIAIS

Já que não existe, até agora, nenhuma declaração integral sobre a crise mundial atual, reuni alguns textos-chave escritos por Wilber em 2001/2002, que podem fornecer peças do quebra-cabeça. A terminologia de cores provém da Espiral de Desenvolvimento. Se você não está familiarizado com ela, por favor, consulte a seção SPIRAL DYNAMICS no site.. Esses artigos podem ser acessados através do link na parte superior da página WELCOME.

v-MEME RESPONSE MODE
YELLOW To Balance the Whole
GREEN Dialogue and Consensus
ORANGE In Defence of Civilization
BLUE Good versus Evil
RED Rage and Revenge
PURPLE Safety and Security
  • WILBER ON "THE CLASH OF CIVILIZATIONS"
    (A Theory of Everything, 2000)

    Wilber comments on the classic on world politics: Samual Huntington's "The Clash of Civilizations" and adds the integral point of view.

    "Samuel Huntington's analysis [is] extremely useful. For "underneath" the worldcentric, postconventional, ORANGE and GREEN memes, there lie the roots and foundations of the various ethnocentric civilizations (including our own). Although many of these ethnocentric civilizations contain worldcentric ideals, nonetheless the masses of people in each civilization remain heavily in the PURPLE, RED, BLUE (and more rarely, ORANGE) waves of consciousness unfolding."

  • WILBER SOBRE O ATAQUE AO WTC
    (Boomeritis Endnote, Novembro de 2001, wilber.shambala.com)

    Analisa como cada meme responde ao ataque e como cada meme produz uma análise diferente, com o meme AMARELO/TURQUESA tentando prover uma visão equilibrada da situação:

    "Em resumo, parece razoável considerar que os terroristas sejam VERMELHOS patológicos inflamados por uma ideologia AZUL distorcida - uma combinação explosiva, com certeza. Nenhum sistema sadio de valores de qualquer cultura que conhecemos apóia tais atos. Entretanto, surge uma pergunta: até onde essas patologias podem ser imputadas a outras, tais como o capitalismo global ocidental?"

  • WILBER SOBRE MEMES MAUS EM GERAL
    (Fevereiro de 2002, worldofkenwilber.com)
    Sugere por que o VERDE é impotente em face de ataques VERMELHOS, para os quais o forte AZUL pode encontrar remédio, embora o meme AZUL tenha sua versão "má" (como todos os outros memes):

    "O VERDE normalmente fica indefeso e infeliz perante o VERMELHO: todas os instrumentos e valores do VERDE perdem o sentido em face de brutalidade jovial e agressão intencional. Conversar, compartilhar, cuidar e dialogar não impressionam o VERMELHO. É preciso um meme AZUL para esbofetear o VERMELHO sem pestanejar."

  • WILBER SOBRE O CONFLITO VERMELHO/AZUL

    A situação atual do mundo vista sob uma perspectiva desenvolvimentista. O mundo compõe-se de diferentes blocos que representam diferentes estágios de consciência: tribalismo VERMELHO, fundamentalismo AZUL e capitalismo LARANJA. Todos apresentam seus pontos negativos:

    "As sombras do LARANJA, sob as quais estão as nações industrializadas ocidentais, são a exploração do Terceiro Mundo, a excessiva racionalização industrial, problemas ecológicos e o que chamamos de McCultura. Conhecemos as sombras do AZUL com suas ideologias farisaicas, estruturas fundamentalistas de crença, homofobia, abuso patriarcal de poder etc. E também são óbvias as sombras do VERMELHO: é terrorista, é tribalista e é incapaz de construir nações duráveis."

  • WILBER ON THE WAR ON IRAQ
    (email communication, WOKW Newsletter March 23 2003) | (German translation)

    "É claro que existem toneladas de coisas que podem ser escritas, mas estou aguardando até que haja condições de escutar-se palavras sensatas. No momento, palavras fazem pouco sentido. Meu coração encontra-se com as famílias de centenas de milhares de pessoas assassinadas por Sadam (alguém está falando por elas em todos esses protestos?); com os muitos iraquianos que serão estupidamente mortos nesta guerra; com as pessoas que só conseguem ver seus próprios valores ameaçados; e com as terríveis rupturas na situação política do mundo que esta guerra acarretará. É realmente desastroso que tenhamos chegado a este ponto."

    "O grande problema dessa discussão é que é inteiramente de primeira camada. O azul diz: bombardeie o inferno daqueles malditos; o laranja diz: está bem, mas apresse-se porque você está prejudicando o mercado de ações; o verde diz: de jeito nenhum, sejamos amorosos. A primeira camada tem muita dificuldade para observar grandes imagens, daí mover-se em torno das estruturas parciais de valores que a definem. Estou me mantendo fora desta discussão desde o ensaio sobre o WTC. É basicamente uma grande briga de foice de primeira camada."




Tradução de Ari Raynsford
HOME